Horário de Funcionamento: 10:00 - 17:30 horas

Rua dos Bombeiros Voluntários

4700-025 BRAGA

Exibição vídeos “Patchwork: Identidades e Diversidades”

De 24 de novembro a 6 de dezembro 2020.

Na receção do museu.

Exibição de pequenos vídeos, no âmbito da implementação do projeto “Patchwork: Identidades e Diversidades”, da CERCI BRAGA. Este projeto percorre diversos espaços públicos na cidade de Braga.

Patchwork: Identidades e Diversidades

Objetivos:

Capacitar e potenciar competências artísticas das pessoas com e sem deficiência, promovendo através de workshops/oficinas a aprendizagem de técnicas no âmbito das artes (dança, música, teatro, fotografia…); Envolver escolas, entidades locais, profissionais especializados e pessoas da comunidade na construção e realização de iniciativas culturais de qualidade. Pretende-se que a sociedade fique mais recetiva e valorize mais as performances das pessoas com deficiência.

Sinopse:

“Retalhos de uma manta… costurados com linhas de vida. As mãos irrompem pela terra adentro e os sentidos despertam para a natureza…. Observa, contempla … Cada retalho marcado, por um grito de individualidade, de identidade, de vivências costuradas ao longo de uma vida. As texturas formam o ser que conta um conto inacabado, que é moldado e cresce à medida que a natureza se transforma e que mostra todo o seu esplendor. Ajusta-se aos novos tempos, formando um ser ímpar onde a cidade ganha força e passo e passo muta o ser cujas cores, sons, cheiros, toques já não são os mesmos. As mãos encontram novos retalhos onde tudo se torna monocromático. Agora os gestos são outros, os sentidos ficam baralhados e o ser resiste a abraçar a nova realidade. O movimento é tão mais apressado, já não há tempo para contemplar e os sons ferem os mais sensíveis. Diversas potencialidades de construção emergem… Um retalho encontra outro retalho… e outro e ainda mais outro gerando uma fusão de singularidades que na ausência de sentidos, nada fica como antes… E nesta dicotomia entre o passado e o presente, entre a natureza e a cidade, o ser faz escolhas, busca os outros contos, aqueles que já conhece e onde os elementos da natureza e os sentidos sobrepõem-se e permitem voltar a contemplar. ‘Somos contos contando contos’, ‘seres transformando realidades’, ‘diferenças erguendo novas identidades’, ‘natureza despertando sentidos’, ‘escolhas renovando vontades’ …”

Projeto co-financiado pelo INR[/vc_column_text][/vc_column][/vc_row]